Resenhas

Resenha Lugar Nenhum – Neil Gaiman

“Até aquele momento, Door jamais se imaginara capaz. Jamais havia pensado que teria coragem, medo ou desespero suficientes para ousar fazê-lo. Mas levou a mão ao peito do sujeito e abriu...”  Richard Mayhew é um rapaz comum, com um emprego de escritório banal, uma noiva que só quer seu bem e está finalmente se adaptando… Continuar lendo Resenha Lugar Nenhum – Neil Gaiman

Anúncios
Resenhas

Resenha Geek Love – Katherine Dunn

“Papai, conte como você pensou em nós!”  Há algo aberrante na capa vermelha, amarela, preta e azul da edição da Darkside de Geek Love. Quem lê o título sem conhecer o conteúdo estranha tal opção, afinal, Geek Love soa como um romance sobre nerds, uma comédia romântica de um casal desajeitado, mas o visual é … Continuar lendo Resenha Geek Love – Katherine Dunn

Resenhas

Resenha Absolutos:Sinfonia da Destruição – Rodolfo Salles

 Érico teve uma infância conturbada. Criado em uma lua pequena por irmãos adotivos, o rapaz parecia fadado a uma vida monótona manobrando naves cargueiras. Mas Érico era coberto de tatuagens estranhas desde que se dava por gente, e a vontade de descobrir mais sobre si mesmo fomenta um sonho louco de explorar.  É neste cenário… Continuar lendo Resenha Absolutos:Sinfonia da Destruição – Rodolfo Salles

Resenhas

Resenha Deuses Americanos – Neil Gaiman

 Desde o momento em que a série de TV de Deuses Americanos foi anunciada, o livro que a deu origem tornou-se, provavelmente, a obra de Neil Gaiman mais comentadas por todos os recantos da internet.  A premissa de deuses antigos tentando encontrar uma vida americana nos EUA modernos é bastante intrigante, e muitos leitores, mesmo… Continuar lendo Resenha Deuses Americanos – Neil Gaiman

Resenhas

Resenha Sonho Febril – George R. R. Martin

“- O senhor tem sido honesto comigo, capitão Marsh. Não vou retribuir sua honestidade com mentiras, como vim tentando fazer. Mas tampouco irei sobrecarregá-lo com o fardo da verdade. Há coisas que não posso lhe contar, coisas que o senhor não teria por que se preocupar em saber. Deixe que eu lhe imponha meus termos,… Continuar lendo Resenha Sonho Febril – George R. R. Martin

Resenhas

Resenha Count Zero – William Gibson

“Estava novo em folha. E como era isso? Não sabia. Pegou as coisas que o Holandês lhe deu e partiu de Cingapura. ‘Casa' era o hotel Hyat do próximo aeroporto. E do próximo. Como sempre”  Continuando com a Trilogia do Sprawl, desta vez li Count Zero. Lançado dois anos após Neuromancer, em 1986, é possível… Continuar lendo Resenha Count Zero – William Gibson

Notícias · Resenhas

Resenha Rei Arthur e Os Cavaleiros da Távola Redonda – Howard Pyle

 As histórias de Rei Arthur estão entre as maiores influências na fantasia europeia atual. O formato simples dos contos medievais, usadas para a transmissão de valores morais na época, ainda está presente nos contos de fadas. Rei Arthur, nesta adaptação clássica publicada pela Zahar, é provavelmente o exemplo mais claro de Jornada do Herói que… Continuar lendo Resenha Rei Arthur e Os Cavaleiros da Távola Redonda – Howard Pyle

Resenhas

Resenha O Circo Mecânico Tresaulti – Genevieve Valentine

 Uma coisa que sempre me impressionou no steampunk foi sua capacidade de ser um fringe entre fantasia e ficção científica; trazer o fantástico para a tecnologia e vice-versa.  Se alguma vez você viu a edição limitada d’O Circo Mecânico Tresaulti, pela Darkside Books, em uma livraria, deve se lembrar. A princípio, ele parece ser o… Continuar lendo Resenha O Circo Mecânico Tresaulti – Genevieve Valentine

Resenhas

Resenha Neuromancer – William Gibson

“O céu sobre o porto tinha cor de televisão num canal fora do ar.”   Neuromancer se trata do primeiro livro da Trilogia do Sprawl, seguido por Count Zero e Mona Lisa Overdrive. Também é o primeiro livro que William Gibson publicou.   Antes dele, Gibson publicou diversos contos de ficção científica em revistas, incluindo Jhonny… Continuar lendo Resenha Neuromancer – William Gibson

Resenhas

Resenha A Máquina Diferencial – William Gibson e Bruce Sterling

“Sua atenção está fixada no céu, na silhueta de imensa e fascinante graça – o metal, que no intervalo de tempo da vida dela, aprendera a voar sozinho. À frente desse esplendor, aeroplanos minúsculos não tripulados mergulham e sibilam contra o horizonte vermelho ao fundo. Como estorninhos, pensa Sybil.”  E assim somos introduzidos a um… Continuar lendo Resenha A Máquina Diferencial – William Gibson e Bruce Sterling