Contos

Nowhere Man

“He's a real nowhere man Sitting in his nowhere land Making all his nowhere plans for nobody” - Beatles  Eles se encontraram no meio do palco, na hora marcada de certo dia. Formaram um círculo, acompanhando a luz do único holofote aceso naquele teatro vazio. Era a primeira vez que os atores, o diretor, o… Continuar lendo Nowhere Man

Sem categoria

O BOOM DO CONTO FANTÁSTICO NACIONAL

Hoje estou compartilhando com vocês uma seleção genial de influenciadores da literatura fantástica nacional, curada pelo escritor Ricardo Santos, administrador do blog RICARDOESCREVE.
Nela é demonstrada a quantidade de autores que estão apostando em começar suas carreiras com contos. Esta diferença aponta para as mudanças que estão ocorrendo no mercado nacional. Será que dessa leva sairão autores de ficção fantástica renomados mundialmente? O que nos cabe é torcer, escrever e aproveitar as coletâneas que estão saindo do forno para conhecer novos olhares.
Boas leituras pessoal!

ricardoescreve

brasil-2927226

No Brasil, não temos uma tradição de sites de contos de ficção científica, terror e fantasia, como em língua inglesa. Lightspeed, Clarckesworld, Apex e outros publicam atualmente o que há de melhor na produção mundial de ficção fantástica. Até brasileiros podem participar de suas submissões e ser selecionados. Isso já aconteceu com os escritores Fábio Fernandes e Jacques Barcia.

Sites semelhantes nacionais existem. Dois que merecem destaque são A Tarvena e Leitor Cabuloso. Mas o que chama cada vez mais atenção é o ótimo momento das revistas de contos e das coletâneas.

O conto é a porta de entrada do leitor para conhecer novos autores. É o cartão de visita do escritor iniciante. Ou um dos poucos espaços para o autor veterano menos convencional. Faz seu nome circular, abre portas para futuros projetos. Num mercado editorial profissionalíssimo e concorrido como o americano, geralmente, o conto é por onde tudo começa…

Ver o post original 925 mais palavras